site em português
  • Página inicial | 
  • Fale Conosco | 
  • Marketing
» Página inicial » Notícias » BÚZIOS RECEBE PRIMEIRO FESTIVAL DA LAGOSTA

Notícias

BÚZIOS RECEBE PRIMEIRO FESTIVAL DA LAGOSTA

publicada em 18/09/2018

Pratos à base do crustáceo assinados por grandes chefs locais serão servidos em 20 dos melhores restaurantes da penísula

Grelhada, gratinada, na paella, no risoto, na salada ou combinada com massas, a lagosta é a estrela do festival que acontece durante 10 dias de outubro em Búzios. A cidade mais cool e charmosa da Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, recebe o Lagostando em Búzios, de 12 a 21, das 19h à 1h. O primeiro evento do gênero na cidade promete apresentar o melhor da culinária à beira-mar, destacando tendências no preparo do crustáceo.

Vinte dos melhores restaurantes de Búzios vão oferecer a lagosta como petisco, entrada e prato principal, com preços bem atrativos. Para atrair os comensais, os chefs apostam na criatividade a fim de acentuar sabores e conquistar paladares.

O festival contará ainda com um convidado especial: o chef revelação do ano e um dos mais renomados da nova geração gastronômica do Rio de Janeiro, Bruno Katz, à frente da cozinha do restaurante Nosso, de Ipanema. Buziano de alma – americano, filho de argentinos, que chegou aos dois anos na cidade -, foi criado nos bastidores dos restaurantes locais e bem cedo, aos 16 anos, ingressou na cozinha. Mais precisamente no Cigalon, partindo depois para outras cozinhas no Rio de Janeiro enquanto estudava gastronomia.

Com apenas 26 anos, Katz retorna à cidade com muita bagagem para contar um pouco da sua trajetória profissional e preparar um prato a quatro mãos com a chef Sônia Persiani do Cigalon (dia 13/10, às 16h) onde tudo começou ainda na adolescência. Um encontro para promover a boa gastronomia por meio de ingredientes, técnicas e a interação entre chefs e suas diferentes especialidades.

O Lagostando em Búzios acontece no centro da cidade, em estabelecimentos da Rua das Pedras, Rua Turíbio de Farias e Orla Bardot. Os restaurantes participantes estarão sinalizados na sua fachada.

“O objetivo do evento é movimentar a cidade de Búzios atraindo turistas e pessoas locais para uma experiência incrível de saborear a lagosta de diferentes formas. A estimativa é que passem mais de 10.000 pessoas no período”, afirma Armando Ehrenfreund, sócio dos restaurantes Parvati e Rincon Mediterrâneo.

O evento contará ainda com uma atração cultural no tradicional Gran Cine Bardot. O público poderá conferir a exibição do filme argentino “Todo Sobre el Asado”, dos premiados diretores Mariano Cohn e Gastón Duprat, dia 19/10, às 19h. Ingresso a preço promocional de R$ 10,00

O Lagostando em Búzios é realizado pela ACEB – Associação Comercial, em parceria com os comerciantes locais e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Búzios, Búzios Convention Bureau, AHB – Associação de Hotéis de Búzios, APB – Associação de Pequenas Pousadas, SINDSOL, SEBRAE e o Patrocínio da Rádio Estação 104 FM.

Alguns dos restaurantes que participarão do evento Lagostando em Búzios:

Cigalon

Salt

Parvati

Rincon Mediterrâneo

Buzin

Pátio Havana

Mineiro Grill

Don Juan

Buda Beach

Pizza Pino

Anexo Bar

Tao bar

Serviço:
Quando: de 12 a 21 de outubro
Onde: Rua da Pedras, Rua Turíbio de Farias e Orla Bardot
Horário: de 19h à 1h
Mais informações:
Instagram @lagostandoembuzios
Facebook/lagostandobuzios

Mais sobre o chef Bruno Katz:

Na roda de amigos ele sempre foi o caçula, mas nem por isso o que ficava para trás. Visto como um menino precoce, Bruno Katz começou cedo na cozinha. Nascido em Nova Iorque, filho de argentinos, chegou ao Brasil com apenas dois anos e se instalou em Búzios – Região dos Lagos – no estado do Rio de Janeiro.

Fã de esporte, dividia os horários livres das férias entre o surfe e o trabalho no Chez Michou, onde começou a se familiarizar com a gastronomia. Mas foi aos 16 anos, no Madame Toffi – um café extensão do Cigalon da Sonia Persiani – que teve o seu primeiro contato com uma cozinha. A vaga era para garçom, mas logo foi aproveitado pelo chef Gonzalo Vidal para colocar a “mão na massa” e o coração bateu mais forte. Depois dali, passou pelas cozinhas do restaurante 74, no hotel Casas Brancas, e do Rocka, onde conheceu o chef Gustavo Rinkevich.

A experiência que parecia um passatempo acabou influenciando na formação acadêmica. Com 17 anos, seguiu para o Rio de Janeiro onde começou a faculdade de administração, mas no meio do caminho trocou pela de gastronomia. Em busca de uma oportunidade na cidade, surgiu uma vaga de cozinheiro no restaurante Oui Oui, da chef Roberta Ciasca, e logo seguiu para o Miam Miam. A parceria durou um ano e meio e foi o pontapé para uma promissora carreira.

De lá, seguiu para trabalhar com Claude e Thomas Troigros, com quem ficou cerca de quatro anos com muita pesquisa e criações. O Olympe, restaurante da família francesa, foi seu grande laboratório. Nesse período, fez um breve estágio com o premiado chef Daniel Boulud, em Nova Iorque, onde descobriu uma nova cozinha.

Com uma bagagem de peso, aos 26 anos, Bruno decidiu seguir para um novo desafio e tomou outro rumo: comandar a cozinha do NOSSO, espaço híbrido em Ipanema que reúne restaurante, bar e galeria de arte. A cozinha, com apenas 17m², é mais do que suficiente para as criações do chef, que faz por ali pratos já consagrados. As receitas ganham produções exclusivas da casa, como o sorbet de manga picante, o iogurte de kefir, o patê de foie de galinha e o sourdough. Os pães de fermentação natural são o xodó do chef, que aprendeu a técnica com o Rafa Brito, da Slow Bakery, e produz semanalmente em sua casa.

Com uma base francesa, o chef preza por técnicas e insumos de alta qualidade em uma comida contemporânea.
– A ideia é oferecer um serviço descomplicado e sem frescuras. Valorizando, sempre que possível, novos produtores – ressalta.

Fonte: visitbuzios.com

fotos vídeos como chegar
Restaurante Da Vinci